Quanto custa passar um final de semana em Urubici?

Veja os valores das atrações, hospedagens e alimentação em Urubici

Urubici é um dos grandes destinos da Serra Catarinense. A natureza é o que mais chama atenção na cidade que fica a cerca de 170 quilômetros de Florianópolis. Cânions, montanhas, cachoeiras e cavernas são atrações tanto para quem ama esportes de aventura quanto para quem quer passear e descansar em um lugar com lindas paisagens.

Serra do Corvo Branco está entre as atrações principais em Urubici – Foto: iStock/DivulgaçãoSerra do Corvo Branco está entre as atrações principais em Urubici – Foto: iStock/Divulgação

Mas quanto custa passar um final de semana em Urubici? Fizemos uma projeção de valores relacionados ao transporte, hospedagem, alimentação e passeios. Consideramos os gastos pensando em um casal. Faça as contas e programe-se para subir a serra de Santa Catarina.

Quanto custa viajar de Florianópolis até Urubici?

A grande maioria das pessoas vai até Urubici de carro. Não há linhas de ônibus de viagem que vão direto para a cidade. A parada mais perto de lá é em Bom Retiro, a cerca de 40 quilômetros de distância, mas sem opções de aluguel de carro.

De Florianópolis a Urubici são cerca de 170 quilômetros de distância, sem pedágios no trajeto. O percurso dura em média 3 horas. Os gastos com carro próprio variam de acordo com o consumo de combustível de cada veículo: pensando em um carro popular, reserve em torno de R$ 200. O valor também vai depender do preço da gasolina na época da viagem. Considere igualmente custos com revisão e manutenção.

Empresas de turismo da região costumam fazer transfer de passageiros de outras cidades, especialmente aqueles que chegam de outros estados pelo aeroporto. O transporte de um casal de Florianópolis até Urubici, de carro, sai em torno de R$ 1.200 ida e volta. O valor pode variar com a época do ano e o horário da viagem. Há opções também para transporte de grupos com vans.

Quanto custa se hospedar em Urubici?

Urubici tem um leque grande de opções de hospedagem, com cerca de 400 estabelecimentos que somam cinco mil leitos disponíveis. A maioria delas são de pousadas e chalés, mas há também hostels e casas. Hoteis só há dois na cidade.

Parte dessas opções estão na área urbana do município e outra boa parte na área rural, com propostas mais românticas ou rústicas. Os preços variam bastante: você consegue encontrar estadias de R$ 200 na cidade, em locais mais simples, que não oferecem opções de lazer, nem café da manhã incluso ou cozinha para preparar a alimentação. Neste caso, nossa dica é ficar atento à distância do local de restaurantes, bares e cafés. A grande maioria fica no Centro da cidade.

A média de valores para uma estadia confortável, com café da manhã ou cozinha, banheiro privativo e algumas opções de lazer como caminhada, pesca ou jogos fica entre R$ 300 e R$ 600. Normalmente, são locais mais charmosos, com alguma área verde e vista para os morros de Urubici. Você encontrará opções assim tanto mais próximo ao Centro quanto na área rural do município.

E há também, claro, as hospedagens de alto padrão, como chalés que oferecem banheiras, jacuzzis, café da manhã, opções de lazer e possuem uma arquitetura diferenciada. Nesse caso, os valores podem ir de R$ 800 até R$2 mil.

Esses costumam ser os valores de alta temporada, que vai de maio a julho. Em outras épocas do ano, é possível encontrar preços mais baixos.

Quanto custa a alimentação em Urubici?

Os preços da alimentação variam muito de gosto e bolso. Em Urubici há tanto restaurantes populares, com opções de lanches e buffet, quanto bistrôs. Nesse caso, o menu é composto por entrada, prato principal e sobremesa.

A maioria dos restaurantes e cafés fica no Centro da cidade. Na área rural, uma das opções é almoçar em alguma propriedade que faça parte do projeto Acolhida na Colônia. A mesa farta de pratos serranos costuma custar em torno de R$ 45 por pessoa e é preciso agendar com os proprietários.

Considerando quatro refeições diárias (café da manhã, almoço, café da tarde e jantar), separe em torno de R$ 300 por pessoa para gastar com alimentação em um final de semana em Urubici.

Quanto custa passear em Urubici?

Há várias opções de rotas e passeios para se fazer em Urubici. Vamos informar algumas delas e seus valores contando com guias e transporte. A taxa de visitação a morros e parques em Urubici custa em média R$ 25. Alguns locais como a Pedra Furada, um dos pontos turísticos da cidade, só pode ser acessada com um condutor credenciado pelo ICMBio, que cobra taxa por pessoa.

Outro caso é do Cânion Espraiado. Chegar até lá só é possível com um carro 4×4. Se não for seu caso, é possível fechar um passeio para lá com alguma agência turística local. Nessa opção estará incluso o transporte de 80 quilômetros (ida e volta), caminhada pela borda do cânion (um total de cinco quilômetros) e parada no balanço infinito.

O passeio dura em torno de 6 horas e custa em média R$ 600 para duas pessoas. Também será preciso pagar a taxa de visitação no cânion. Há outras opções, como o Eco Tour Urubici, passando por diversos atrativos naturais da cidade. Estão inclusos o Morro da Igreja, a Serra do Corvo Branco, Cascatas do Avencal e Véu da Noiva, entre outros. A faixa de preço também é de R$ 600 por pessoa.

Para visitar apenas a Cascata do Avencal, o acesso é pelo Parque Mundo Novo. A entrada custa R$ 25 por pessoa. Agora, se resolver saltar de pêndulo ou andar de tirolesa, será preciso desembolsar mais R$ 500 ou R$ 80, respectivamente. Já se preferir andar de Sky Bike, o preço é cerca de R$ 200 mais a entrada no Eco Parque Cachoeira Papuã, que custa R$25.

Agora, se você for da turma do cicloturismo, há também opções de passeios com guiamento, em torno de R$ 150 por pessoa, ou então a possibilidade de alugar uma bicicleta e fazer o trajeto sozinho. Nesse caso, a diária é em torno de R$ 80. Ou seja, há possibilidades para diferentes bolsos.

Tem banco 24 horas em Urubici?

Não há caixa 24 horas em Urubici. A cidade tem agências do Banco do Brasil, Bradesco e Sicoob. Os estabelecimentos costumam aceitar cartão e transferência via pix.

Explore mais conteúdos da cidade