Saiba onde praticar esportes de aventura em Balneário Camboriú

No mar, no céu ou na terra, Balneário Camboriú é certeza de adrenalina para quem busca fortes emoções e belos cenários com segurança para várias idades

Balneário Camboriú é nacionalmente conhecida por seus prédios altos à beira do mar em uma paisagem que mistura o clima de praia com a imponência das grandes cidades. Porém, sua geografia acidentada, com diversos morros e colinas, preserva locais de natureza belíssima com opções de ecoturismo e, especialmente, os esportes de aventura.

Complexo Turístico Cristo Luz – Foto: Power Produtora | Prefeitura Municipal de Balneário Camboriú/DivulgaçãoComplexo Turístico Cristo Luz – Foto: Power Produtora | Prefeitura Municipal de Balneário Camboriú/Divulgação

Há diversas opções para os viciados em adrenalina, mas vamos começar um pouco mais leve. A trilha do Morro do Gavião, também conhecida como Pico da Teta, é um caminho de 1,5 km e 250 metros de elevação, durando cerca de 40 minutos. Tudo bem demarcado, e com uma bela vista que mistura mata, praia e urbano ao fim dessa jornada.

Deixando o caminho um pouco mais difícil e uma visão ainda mais linda, sua opção pode ser o Pico da Pedra, suficiente para ver até parte da capital Florianópolis, que fica a 84 km de distância. A trilha está localizada na cidade vizinha Camboriú e proporciona uma vista única de toda a região da Costa Verde Mar, afinal, são 680 metros de altura, o que atrai muitos turistas em busca de aventuras.

Agora vamos falar de uma atração dupla: o Morro do Careca. Tudo começa com uma trilha que sai da Praia Central e tem duração de 30 minutos, com escadas e um caminho bem demarcado – também é possível chegar de carro. É relativamente leve e leva a um espaço bem procurado por turistas com uma bela vista para a Praia Brava, na divisa com Itajaí e para as praias do Buraco e Central, de Balneário Camboriú.

Descidas radicais

Como diz o ditado, “tudo o que sobe, desce”, e ao chegar no topo do Morro do Careca, temos a segunda atração, o voo livre. Isso porque o local é muito utilizado para saltos de parapente. São aproximadamente 15 minutos de voo com uma das mais belas vistas do litoral catarinense. Com instrutores experientes, o passeio pode ser feito por toda família, incluindo crianças a partir dos 5 anos de idade.

Entre prédios, praias e morros, Balneário Camboriú tem diversas opções de esportes de aventura – Foto: istock/DivulgaçãoEntre prédios, praias e morros, Balneário Camboriú tem diversas opções de esportes de aventura – Foto: istock/Divulgação

Outras opções de descidas em grande estilo estão no Parque Unipraias. O nome é uma referência ao bondinho que liga duas praias: de um lado Laranjeiras, do outro a Central. E é no alto de um morro que fica a estação Mata Atlântica, onde estão as nossas duas próximas dicas.

A primeira delas é um trenó com percurso de aproximadamente 700 metros em meio à mata. Em dupla ou individualmente, o trenó pode chegar a 60km/h, mas fica atingir essa velocidade fica critério dos passageiros já que todo os carrinhos possuem freios para controlar. Como a atração é em forma de circuito, você continua no topo do morro.

Parque Unipraias é uma alternativa de belos visuais e muita emoção – Foto: Bondinho Balneário Camboriú vegetaçãoParque Unipraias é uma alternativa de belos visuais e muita emoção – Foto: Bondinho Balneário Camboriú vegetação

Mas se você quer uma forma radical para descer de vez, outra opção de tirar o fôlego é a tirolesa de 750 metros de distância, levando até a Praia de Laranjeiras. A altura da saída é de 250 metros e tudo isso é feito em menos de um minuto chegando, assim como o trenó, a 60 km/h. Podem ficar tranquilos que a chegada é controlada por um sistema automático de frenagem. O que garante segurança e diversão na mesma medida.

Esporte de medalha

Agora olímpicos, é impossível falar de esportes radicais em Santa Catarina sem citar o skate e o surfe e ambos, claro, são atrações em Balneário Camboriú.

Começando pelo asfalto, o município inaugurou em novembro de 2020 sua maior pista da modalidade que fica localizada na Rua 10, no centro da cidade. São aproximadamente 1.500 m² de obstáculos e uma estrutura pública pensada também na realização de competições de grande porte. Outras opções são as pistas da Barra Sul e a do Estaleirinho.

A Praia do Estaleiro é uma das mais bonitas de Balneário Camboriú, com pontos de ótimas ondas para os surfistas mais experientes – Foto: Gerusa Florencio/Prefeitura Municipal de Balneário Camboriú/Divulgação/NDA Praia do Estaleiro é uma das mais bonitas de Balneário Camboriú, com pontos de ótimas ondas para os surfistas mais experientes – Foto: Gerusa Florencio/Prefeitura Municipal de Balneário Camboriú/Divulgação/ND

E em um local com tantas praias, o surfe é atração certa. Ali se destacam as extensas praias Central e dos Amores, ambas com mais de 6 km e diversos pontos tanto para surfistas quanto para a família.

Além destas, tem a praia do Estaleiro, que fica mais afastada do Centro e é um ótimo cenário para os surfistas mais experientes e que gostam de um mar agitado. Outra opção nessa linha é a Praia Brava, na divisa com a vizinha Itajaí, e que leva esse nome justamente por suas ondas revoltas.

Duas opções e tanto para quem vibrou nas Olimpíadas de Tóquio e agora quer viver um pouco da emoção de modalidades tão apaixonantes.

Explore mais conteúdos da cidade