Rota de Férias

Blog prático para viajantes! Roteiros de viagens e dicas de passeios no Brasil e no mundo, de acordo com o número de dias de estadia e com indicação de especialistas em turismo.


Viagem com isolamento: parques nacionais dos EUA celebram 104 anos

Yellowstone, o primeiro parque nacional dos EUA (e do mundo), foi fundado em março de 1872. Demorou até 25 de agosto de 1916, porém, para que fosse criado o National Park Service, órgão que, desde então, cuida da manutenção e preservação dos parques nacionais do país.

Quer ganhar um e-book exclusivo com dicas de viagem? Assine nossa newsletter neste link.

Assim, esses recantos da natureza celebram hoje 104 anos de história. Oficialmente, há 419 parques nacionais nos EUA, que totalizam quase 34 milhões de hectares e ficam espalhados pelos 50 estados da terra do Tio Sam, bem como seus territórios e até mesmo o distrito de Columbia, onde fica a capital do país, Washington.

Muitos desses refúgios são famosos em todo o mundo, a exemplo do Grand Canyon, no Arizona, do Everglades, na Flórida, e de Yosemite, na Califórnia. Quando as fronteiras no país forem reabertas para os brasileiros, no entanto, vale a pena explorar outras possibilidades e ampliar o leque de viagens com isolamento, em meio à natureza. Confira quatro boas opções de parques nacionais nos EUA.

4 parques nacionais dos EUA para viajar com isolamento

Parque Nacional de Hot Springs, no Arkansas

Há cerca de 14 mil anos, os índios americanos descobriram um local, no coração do país, com piscinas naturais de águas termais. Já no período da colonização, os poderes medicinais da região passaram a atrair forasteiros, que construíam por lá suas cabanas a fim de relaxar em meio a natureza.

Aos poucos, alguns desses locais se transformaram em suntuosas casas de banho, que hoje atraem turistas de todo o país para o Arkansas, muitos deles ávidos para relaxar em meio às fontes cuja água flui da Hot Springs Mountain a 65ºC.

Charmosa, a cidade de Hot Springs conta ainda com bons restaurantes, cervejarias artesanais, lojinha simpáticas e hotéis de vários níveis. Muitas desses estabelecimentos ficam no Bathhouse Row, o “corredor” das casas de banho, que serve de base para quem deseja visitar o espetacular Parque Nacional de Hot Springs.

Ali, há trilhas, riachos, quedas d’água, lagos onde é possível nadar e uma torre da qual é possível avistar as lindas paisagens montanhosas do pedaço. Não à toa, o Arkansas é conhecido como o “Estado Natural”, tamanha a riqueza das áreas verdes que se espalham por lá. Está aí um belo lugar par quem deseja viajar com isolamento.

Crater Lake National Park, no Oregon

Situado em Cascade Mountais, no sudoeste do Oregon, o Crater Lake National Park é um dos locais onde mais cai neve nos EUA. Durante o inverno, esquiadores de todo o mundo vão para lá a fim de testar suas habilidades em um tour de 50 quilômetros, com três dias de duração, que acontece ao redor do Crater Lake.

Com 74.057 hectares, o parque nacional dos EUA também é uma boa pedida para quem deseja relaxar – e não apenas no inverno. Afinal, nos meses mais quentes do ano, um verde imenso toma conta da região, pontuado por lagos de águas cristalinas oriundas do degelo.

Essa é a melhor hora para fazer hikings ao longo de desfiladeiros, ao redor do lago e também na Wizard Island, ilha de cinzas vulcânicas em formato cônico. Quem quiser também pode passar o dia pescando nas águas cristalinas.

No inverno, quando a neve ultrapassa os dez metros de altura, quem vai à região pode fazer trekkings liderados por guardas florestais. Ou, é claro, arriscar-se montanha abaixo com um par de esquis.

Independentemente da época do ano, o grande barato é curtir a paisagem única do Crater Lake National Park, marcada por desfiladeiros íngremes, com mais de 600 metros de altura, que se debruçam sobre as águas. O Craker Lake é o nono lago mais profundo do mundo, já que fica incrustado em um buraco deixado por um vulcão que entrou em erupção há mais de 7.500 anos.

Acadia National Park, no Maine

Há cinco horas de carro de Boston (Massachusetts), já no estado de Maine, o Acadia National Park (Parque Nacional de Acadia) é mais uma ótima opção para viajar com isolamento nos Estados Unidos. O local conta com praias rochosas, montanhas, florestas e grande variedade de vida selvagem.

Algumas das paisagens mais lindas da costa leste dos EUA podem ser vistas ali, na Mount Desert Island (Ilha de Mount Desert). Com picos que espetam o céu a 466 metros de altura, o local é uma boa pedida para os fãs de hiking.

Uma vez na região, vale a pena também visitar jardins e centros naturais. O grande barato é conversar com os guardas nacionais, que adoram contar a história da região e como ela mudou nos últimos anos até se transformar em uma das joias da coleção do National Park Service.

Com tempo, aproveite ainda para caminhar até o topo do Cadillac, o ponto mais elevado do litoral norte do Atlântico. Há ainda outras experiências disponíveis para os viajantes no Acadia National Park, como 92 km de estradas para pedalar com segurança e um céu sem poluição luminosa, perfeito para observar e fotografar estrelas.

Parque Nacional da Samoa Americana

Apesar de ficar distante do continente, mais precisamente em meio ao Pacífico Sul, entre o Havaí e a Nova Zelândia, a Samoa Americana é um território oficial dos Estados Unidos. É ali, no coração da Polinésia, que fica o espetacular Parque Nacional da Samoa Americana.

Os privilegiados viajantes que vão à região se deparam com praias de águas cristalinas, florestas tropicais, corais naturais e montanhas vulcânicas com ladeiras íngremes. Bem preservado, o local mescla traços da cultura polinésia com histórias da Segunda Guerra Mundial.

Com mais de 5 mil hectares, o Parque Nacional da Samoa Americana é um destino dos sonhos para quem deseja relaxar e se isolar. Afinal, as multidões passam longe do pedaço.

Loading...