Cid Moreira e polêmicas em família têm pedido de interdição, agressão e extorsão; entenda

Filhos do jornalista, Roger e Rodrigo Moreira alegam que o pai, de 93 anos, enfrenta sintomas de demência e tem a liberdade limitada pela mulher, Fátima Sampaio

As polêmicas envolvendo a família de Cid Moreira se tornaram públicas na última semana, quando Roger, filho adotivo do jornalista, alegou que foi abandonado e deserdado. Agora, os filhos do apresentador entraram com um processo na Justiça, pedindo a interdição do pai e a prisão da madrasta, Fátima Sampaio Moreira, por agressão e extorsão.

Filhos de Cid Moreira acusam madrasta de agredir e extorquir jornalista – Foto: redes sociais/Divulgação/NDFilhos de Cid Moreira acusam madrasta de agredir e extorquir jornalista – Foto: redes sociais/Divulgação/ND

Roger e Rodrigo Moreira alegam que o pai, de 93 anos, enfrenta sintomas de demência e tem a liberdade limitada por atitudes de Fátima Sampaio. Eles apontam a necessidade de uma tutela de urgência para Cid Moreira e argumentam que ele não teria  “condições mínimas” de administrar os próprios bens.

Além disso, segundo o documento protocolado pelos filhos na vara de família de Petrópolis, no Rio de Janeiro, ao qual o portal UOL teve acesso, Cid Moreira estaria sendo agredido pela esposa e mantido em cárcere privado.

O processo também diz que a madrasta, 40 anos mais jovem que o jornalista, teria se casado com o apresentador motivada por “interesses econômicos”.

“Têm-se notícias de que a mesma agride o idoso, o deixa sem medicação, oferece comida vencida ou estragada por 15 dias em pleno cárcere privado, e o pior, sem a sua presença, ela some para fazer compras e se enturmar com os amigos”, afirma trecho do documento.

O documento também aponta outras acusações contra Fátima, como estelionato, apropriação indébita e formação de quadrilha. A ação com assinatura do advogado Ângelo Carbone também pede bloqueio imediato dos bens de Cid durante a investigação.

“Os filhos estão preocupados com o pai. Cid Moreira está passando por um momento muito difícil”, disse o advogado de Roger e Rodrigo, em vídeo compartilhado com o UOL.

“Ele tem 93 anos e a impressão que dá é que está sendo usado. Estão tirando todo o patrimônio dele e eu vou buscar o Ministério Público, a justiça, a polícia, o Juizado da Família e, principalmente, a Delegacia do Idoso para que supram essa situação difícil”, acrescentou.

Roger Moreira, filho adotivo de Cid, afirmou em entrevista ao UOL que as postagens do pai nas redes sociais também são controladas por Fátima Sampaio. Ele ainda destaca que os filhos querem encontrar o apresentador o mais rápido possível.

“A única coisa que posso falar agora é que a verdade vai aparecer em breve. Ele é uma vítima. Se não fossemos impedidos, nós filhos estaríamos convivendo com ele. Amamos ele e não podemos nos aproximar porque ela não deixa”, finalizou.

Em contato com a assessoria de Cid Moreira, a mesma não quis comentar sobre o caso. “Neste momento não temos o que dizer sobre o assunto, não recebemos nenhum comunicado da justiça”, declarou.

Entenda o caso

O apresentador Cid Moreira enviou uma carta ao filho Roger Moreira informando que ele foi deserdado, perdendo qualquer direito à herança. O filho adotivo revelou na terça-feira (12), ao programa “Balanço Geral”, da Record TV, que se sentia mal pelo pai ter dito que foi “um engano adotá-lo”.

“Você continua sendo meu filho adotivo porque não consegui reverter a adoção (…). Eu fiz um documento e deserdei você. Escrevi de próprio punho e assinei. Juntei pareceres de profissionais da saúde para provar que não estou senil. Foi um engano te adotar. Fico feliz em saber que você está sendo capaz de se manter”, escreveu Cid Moreira em carta a Roger.

Roger contou que está processando o próprio pai. “Falar que vai deserdar o filho gera um trauma, tanto que passei um bom tempo da minha vida precisando de medicamentos para conseguir me estabilizar e ressurgir de novo depois de todo esse baque”, revela.

Sobrinho da ex-esposa de Cid, Roger foi adotado pelo ex-apresentador do Jornal Nacional após passar um período de férias na casa dos tios.

Vendo o marido impedido de falar sobre o processo que envolve o filho adotivo, Fátima Sampaio usou as redes sociais do jornalista para rebater as críticas e acusações de Roger Moreira, filho adotivo de Cid.

mulher do jornalista começou contando quando conheceu Cid e Roger. “Cheguei na vida do Cid em 2000, nos conhecemos no Ceará, inclusive esse rapaz estava com ele, ainda não era adotado, mas já era um moço adulto. Pouco tempo depois, eu fui morar no Rio com o Cid, ele já estava separado há 2 anos da tia desse rapaz, que foi adotado pela tia junto com o Cid”, disse.

Fátima completou, “Não é uma questão para eu julgar o porquê fizeram isso, ele já era adulto. O Cid me contou que conheceu o Roger quando ele tinha 14 anos. Ele tem mãe e pai, eles vieram do Sul para visitar a irmã e se conheceram. O Cid ajudou o pai e a mãe do Roger a se instalarem aqui, eles chegaram a ficar no apartamento no Jacarepaguá, e o Cid ajudou o pai dele a montar uma loja de discos raros no Leblon. Depois, não deu mais certo e eles voltaram para o Sul”, afirmou Fátima.

+

TV

Loading...