Diversão, trapalhada e clima de tensão na reta final do reality Made in Japão deste sábado

No penúltimo episódio do programa comandado por Sabrina Sato, elenco já sente a pressão para se classificar em vagas da semi

Agora dividido em trios, o elenco do Made in Japão chega ao penúltimo episódio da disputa pelo prêmio de R$ 500 mil, neste sábado (20), ainda sem precisar dar adeus a nenhum integrante.

Penúltimo episódio do reality Made in Japão neste sábado (20) – Foto: Antonio Chahestian/Record TV

Mas com a proximidade da final, marcada para a semana seguinte, essa casa cheia de adversários tende a virar uma panela de pressão, e será Richarlyson quem provocará uma ruidosa explosão de ânimos por ali, desta vez com a ajuda de Flávio Mendonça.

A nova confusão respinga até mesmo em Gui Santana e Luiza Ambiel, que também trocam faíscas entre si e protagonizam outros momentos imperdíveis desta edição! Vai ao ar na Record TV, às 22h30, sob o comando de Sabrina Sato.

Esse é o penúltimo de seis episódios que, com desfecho marcado para 27 de junho, acompanham os bastidores de uma gincana maluca e muito divertida, legitimamente ao estilo japonês, disputada por famosos com talentos e temperamentos dos mais diversos. Confinados por 25 dias em uma casa sem muito conforto e em meio a uma puxada rotina de atividades, eles convivem entre paz e guerra na busca pela classificação.

Quanto mais perto chegam do corte, fase em que só sobrarão seis dos nove participantes no jogo, mais ansiosos muitos ficam –e isso pode virar uma grande desvantagem à esta altura do campeonato. “Não imaginei que tudo seria tão intenso assim! Agora, toda prova é um instante decisivo”, resume Babi Muniz.

Neste exato momento, permanecem na competição, além da ex-panicat, a influenciadora digital Silvana Oliveira, mãe da cantora Ludmilla, os atletas Richarlyson, Daniele Hypólito e Maurren Maggi; os modelos e ícones televisivos da virada do século Luiza Ambiel e Flávio Mendonça; o ator Gui Santana e o veterano em realities Dhomini, ex-namorado de Sabrina. Vale lembrar que Quitéria e Sérgio se desligaram por motivos alheios às regras do jogo.

“Quem está embaixo, no placar, ainda pode ganhar pontos e tirar do lugar quem está em cima!”, lembra Sabrina.

Novo capítulo

Será que neste sábado Luiza consegue sair da última posição do placar ou, pelo menos, elevar a pontuação? Suas parceiras de equipe torcem para que sim, pois ninguém ali está disposto a despencar na tabela, e a própria competidora se cobra para melhorar o desempenho. Nem tudo, porém, sai como planejado: mais uma vez a líder das três apronta uma das suas, durante uma prova, e bota em risco o plano de virar o jogo. A cena seria cômica, não fosse trágica. O choro é certo, e encarar as consequências fica ainda mais difícil.

“Eu olho as provas, depois, e penso: parece tão fácil, como posso ter ficado apavorada e não ter acertado? Mas ali, na hora, com a adrenalina do programa, com a tensão que a gente causa entre a gente e com a busca pelo prêmio, dá nervoso. Quando passa, tenho vontade de me pôr de castigo!”, desabafa a modelo.

Competitivo, Richarlyson também pilha a casa, pois está cada vez mais desconfiado e atento ao seu redor. “Primeiro, fiquei muito triste quando o Samurai acabou, porque eu fui Samurai desde o começo. Mas ainda não dava para saber como tudo ficaria do novo jeito, o que iria acontecer… Agora, o momento exige que gente se prepare para tudo, porque o programa está chegando ao fim da primeira fase”, diz o ex-boleiro.

Com todo o olhar clínico que tem lançado sobre os parceiros de confinamento, fica impossível ao jogador, neste fim de semana, não despejar algumas de suas impressões ali na roda. O alvo principal é novamente Flávio Mendonça, que não gosta nada da leitura que o colega faz sobre o seu desempenho no jogo. “Nos momentos de competição, claro, a gente acaba extrapolando”, instiga o gêmeo. Vem chumbo grosso por aí!

E nesse fogo cruzado, quem também sai chamuscado são Gui Santana e Luiza Ambiel, que aproveitam para resolver diferenças no calor das discussões. Aliás, são esses mesmos dois participantes que protagonizam, cada um separadamente e em momentos distintos, os acontecimentos mais impressionantes e comemorados deste episódio!

Durante as provas, ainda, os competidores mostram ser um grupo motivado a criar estratégias para superar limitações que entendem encontrar na realização das atividades. Às vezes, ser baixo ou alto demais pode influenciar positiva ou negativamente nos resultados, da mesma forma que, nos duelos, muito depende do adversário que cada um tem de enfrentar.

Diante de tantas variáveis, oito dos inquilinos da casa acabam sendo unânimes em apenas uma vontade: na definição das duplas rivais, todos querem ter como oponente ninguém menos que Luiza, a lanterninha do reality!

+

TV