Gênesis: Dilúvio reúne 730 takes de efeitos especiais

Cena teve construção de uma arca com 30 metros de altura e trabalho de pós-produção durou cerca de seis meses

Repleto de efeitos especiais, a cena do Dilúvio foi, até agora, uma das sequências mais aguardadas da superprodução Gênesis e impressionou até o experiente elenco.

Na trama, Noé, interpretado pelo ator Oscar Magrini, precisou enfrentar muitos obstáculos para fazer a vontade de Deus, salvar a humanidade e todos os animais do planeta.

Oscar Magrini interpretando Noé, em GênesisAtor Oscar Magrini interpreta Noé, em Gênesis – Foto: RecordTV/Divulgação/ND

As gravações das cenas foram dividas entre a cidade cenográfica e o estúdio. Após a captação das imagens, o trabalho de pós-produção durou em torno de seis meses.

De acordo com o supervisor de efeitos especiais da trama, Anderson Paraná, as cenas reuniram aproximadamente 730 takes de efeitos especiais, com até 1970 animais inseridos na pós-produção, desde o estouro da manada em direção à arca até o fim do Dilúvio:

“A gente precisou mostrar muitas espécies. Tivemos algumas multiplicações, entre elas o momento em que as pessoas estão na porta da arca batendo”, contou.

Cenas do dilúvio reuniram 730 takes de efeitos especiais – Foto: RecordTV/Divulgação/NDCenas do dilúvio reuniram 730 takes de efeitos especiais – Foto: RecordTV/Divulgação/ND

Segundo Paraná, as cenas usam chroma key, água para retratar a tempestade e animais em 3D para realizar a sequência.

O ator Oscar Magrini destacou o momento mais emocionante durante as gravações do Dilúvio.

Gravações das cenas foram dividas entre a cidade cenográfica e o estúdio. Após a captação das imagens, o trabalho de pós-produção durou em torno de seis meses – Foto: RecordTV/Divulgação/NDGravações das cenas foram dividas entre a cidade cenográfica e o estúdio. Após a captação das imagens, o trabalho de pós-produção durou em torno de seis meses – Foto: RecordTV/Divulgação/ND

“Foi quando Deus fecha a porta da arca e ela começa a movimentar. As pessoas gritando e morrendo, pedindo para entrar na arca e a gente começa a cantar. Foi um momento muito emocionante e triste. Repetimos de três a quatro vezes a sequência e todo mundo estava chorando muito”, comentou Oscar.

“Gênesis” vai ao ar de segunda a sexta, às 21 horas, logo após o Jornal da Record. A novela é escrita por Camilo Pellegrini, Raphaela Castro e Stephanie Ribeiro, com direção-geral de Edgard Miranda.

+

Novela Gênesis