Mais uma dela: Karol Conká acusada de trapaça em prova do BBB

Internautas acusam cantora de ter burlado a prova do "bate e volta", vencida por ela e que a tirou do paredão. Entenda!

A cantora e apresentadora Karol Conká teve o nome mais uma vez envolvido em polêmica na edição atual do Big Brother Brasil. Desta vez ela é acusada de trapaça por internautas. Ela teria burlado a prova do “bate e volta”, que a tirou do paredão da vez.

Karol Conká conta como venceu a prova do “bate e volta” e se livrou do paredão – Foto: Reprodução TwitterKarol Conká conta como venceu a prova do “bate e volta” e se livrou do paredão – Foto: Reprodução Twitter

Ela e Juliette foram selecionadas para o paredão em razão do Big Fone. Por outro lado, Gilberto foi indicado pelo líder Arthur e Arcrebiano completou o grupo, por ter sido o mais votado da casa. Assim, um deles iria se salvar na tal prova do “bate e volta”. Foi aí que veio a polêmica.

Os brothers tinham que abrir várias torneiras e o que fizesse cair água dos chuveiros do jardim da casa venceria a prova. Era, portanto, uma prova de sorte, por adivinhação. Karol venceu a disputa, escolhendo a torneira número 17. No entanto, ela mesma entregou que não contou com a sorte, mas com sua percepção.

A cantora ficou prestando atenção nas mangueiras que estavam no chão e notou qual tinha pressão, qual parecia estar cheia. Acontece que seria uma prova de sorte, o que gerou protestos de fãs do programa nas redes sociais. O argumento é de que Karol Conká burlou as regras da prova, que por isso deveria ser anulada, na visão dos internautas pelo menos.

Confira abaixo o vídeo no qual Karol Conká conta como venceu a prova.

O diálogo aconteceu no quarto do líder com Arthur, Projota e Nego Di, Karol disse: “Toda vez que eu ia para a flecha, [no percurso] de ir e voltar, eu fazia exatamente assim [olhando para as mangueiras] e eu vi. Falei: ‘Eu vou no 20 ou 21’. Mas já estava [aberto] o 20 e 21, aí eu falei: ‘É o 17’. Voltei e apertei. Eu me atentei aos sinais, era só prestar atenção na mangueira. Tinha mangueira que não estava plugada e outras que estavam, mas eu olhei a 17 e falei: ‘É essa aqui’”.

+

TV