“Não basta ser bom, tem que ser o melhor”, diz Lucas sobre Top Chef

Chef revela para quem vai sua torcida na competição e o que aprendeu com o reality gastronômico da Record TV e vai levar para a sua vida

Sétimo participante a deixar a segunda temporada do Top Chef Brasil, Lucas Ryu viveu intensamente a experiência.

Ele fez amigos, deu boas risadas, se emocionou, surpreendeu Felipe Bronze e os jurados, mas também foi traído pelo nervosismo e acabou esquecendo ingredientes que teriam feito toda a diferença no Desafio de Eliminação.

Lucas foi o sétimo eliminado do reality – Foto: Antonio Chahestian/Record TV

“O Top Chef foi uma das melhores experiências que a gastronomia me proporcionou e vai fazer muita falta. Gostaria de ter parado o tempo, colocado a cabeça no lugar e ter voltado com o mesmo ritmo do início da competição”, observa Lucas.

O chef confessa que chegou a ‘remoer’ por ter interpretado errado a última prova e chegou a pensar que se tivesse apenas dois ingredientes a mais teria mudado o final da sua história no programa.

Mas, como aprendemos muito mais com os erros do que com os acertos, ele tirou uma lição do reality deixou para a sua vida: “Não basta ser bom, tem que ser o melhor”.

Lucas deixou a disputa por R$ 300 mil, mas os seus planos para o futuro continuam a todo vapor! Ele sonha chefiar algum restaurante em São Paulo ou até mesmo ir para o exterior trabalhar com gastronomia. E, claro, que também teve que responder ao site oficial para quem vai a sua torcida no programa: “Torço por todos, mas em especial para a Lara”, revela.

O Top Chef Brasil está em novo dia e horário! Agora o reality gastronômico vai ao ar toda sexta-feira, a partir das 22h45, na tela da Record TV.

+

TV