BBB: Equipe de Juliette se manifesta sobre racismo contra a filha de Pocah

Grupo que administra as redes sociais da participante se manifestou sobre ofensas racistas praticada por pessoas que se identificaram como fãs

A equipe que cuida das redes sociais da participante Juliette se posicionou na tarde desta terça-feira (20) sobre o episódio de ataques racistas contra a filha de Pocah, que também está no BBB deste ano.

Pocah e sua filha Filha de Pocah sofreu ataques racistas através das redes sociais após discussão da participante com Juliette – Foto: Instagram/Reprodução/ND

Em publicação no Instagram, a equipe usou uma imagem com a frase “Quero jogar com o jogo, com as provas, com o sorte, com o azar, menos com a vida das pessoas”.

“Vimos depoimentos de ódio e racismo envolvendo uma criança que NADA TEM A VER com o BBB, nem com qualquer desentendimento entre as sisters. Não aceitamos isso, pedimos desculpas à família de @pocah. Pedimos que nossa torcida leia cada linha dessa com olhos atentos. Racismo é CRIME e é inaceitável que em 2021 isso ainda seja uma terrível realidade”, destacou em uma parte do texto publicado pela equipe de Juliette.

Confira a publicação na íntegra:

Entenda o caso:

A filha de Pocah sofreu ataques racistas por parte de pessoas que dizem ser fãs da participante Juliette após um capítulo de discussão entre as sisters dentro da casa do BBB.

Por conta disso, Ronan Souza, noivo de Pocah, afirmou que identificou quatro autores de ataques racistas feitos à filha da cantora, de apenas cinco anos. Um deles é de Florianópolis “Joga o chip fora, já achei quatro de vocês. João Pessoa, Florianópolis e dois do Rio”, disparou no Twitter.

A pequena Vitória foi chamada de “macaca”, “cabelo duro”, “neguinha fedida”, entre outros xingamentos. As ofensas começaram após a votação do último domingo (18), em que a funkeira votou na participante Juliette, de acordo com o perfil oficial de Pocah no Instagram.

+

Reality Shows