Relembre as polêmicas e discussões envolvendo amigas de Paulo Gustavo

Nome do humorista circulou com intensidade ao longo do mês de maio e foi motivo, até mesmo, de discussões acaloradas nas redes sociais

A morte do ator Paulo Gustavo em decorrência de complicações causadas pela Covid-19, no dia 4 de maio, repercutiu em todo o país. Entre fãs anônimos e celebridades, o nome do humorista circulou com intensidade pela mídia e redes sociais e esteve, até mesmo, em meio a polêmicas.

Paulo Gustavo e amigas – Foto: Redes Sociais/Reprodução/NDPaulo Gustavo e amigas – Foto: Redes Sociais/Reprodução/ND

Desde a internação de Paulo Gustavo no início de março, amigas próximas se envolveram em discussões com seguidores e criticaram a atitude de famosos.

A atriz Tatá Werneck foi uma das amigas do humorista que mais se envolveu nas chamadas “tretas”. Horas antes da morte de Paulo Gustavo, Tatá Werneck teve que lidar com uma situação inconveniente envolvendo o melhor amigo nas redes sociais.

A atriz havia pedido aos fãs para que orassem pela melhora de Paulo. Tatá, então, se deparou com a resposta de um internauta, que pediu para que ela não se preocupasse com esse tipo de coisa e focasse no mutirão de votos para Juliette ganhar o BBB21.

Tatá respondeu, indignada, ao comentário. “Olha o que sou obrigada a ler num momento como esses. Vocês estão malucos? Vocês tem coragem mesmo de escreverem esse tipo de mensagem? Sua imbecil! A Juliette não merece ter perto dela uma pessoa sem coração com você.”

O nome da atriz voltou a circular no velório de Paulo Gustavo. Tatá recebeu duras críticas por aparecer com duas máscaras, face shield e um álcool em gel nas mãos.

Já no final do mês de maio, Tatá Werneck entrou em uma discussão depois que alguns usuários do Twitter usaram o nome de Paulo Gustavo para justificar aglomerações durante a pandemia do novo coronavírus.

Samantha Schmütz

Dias após a morte de Paulo Gustavo, a comediante Samantha Schmütz publicou um vídeo com duras críticas direcionadas a diversos alvos a respeito do atual momento da pandemia da Covid-19.

Nos comentários da publicação, uma seguidora citou amigos do artista que estão “vivendo a vida normal e fazendo dancinha de TikTok”, e mencionou os nomes de Bruna Marquezine e Deborah Secco. Schmütz respondeu o comentário: “Nem me fala…”.

No dia 17 de maio, a atriz postou uma mensagem e detonou a atitude de celebridades como Ludmilla, Mumuzinho, Gusttavo Lima, entre outros nomes, que participaram de uma festa badalada no Copacabana Palace, no Rio de Janeiro, em meio à pandemia.

No reino da hipocrisia! Não adianta postar homenagem pro Paulo Gustavo e participar de festa com 500 pessoas”, dizia a postagem.

Mesmo no final do mês de maio, o nome de Samantha Schmütz continuou envolvido em discussões referentes à Paulo Gustavo. Nesta segunda-feira (31), uma seguidora acusou a atriz de não estar permitindo o descanso do espírito do ator.

“Meu amor, eu entendo que o luto não é fácil, mas você não está deixando o espírito de Paulo descansar”, disse a fã. Samantha respondeu na sequência. “Tem falado com ele?”, rebateu, em tom de ironia.

Mônica Martelli

Mônica Martelli desabafou sobre a morte do amigo Paulo Gustavo em entrevista no dia 12 de maio. Na ocasião, a atriz contou que a morte do humorista não foi apenas uma fatalidade.

Ele era um homem saudável, sem nenhuma comorbidade. Existe responsável para isso (…) Eu fico indignada, mas o que eu sinto mais forte é perplexidade”. Além disso, Mônica Martelli se emocionou ao dizer que a vacina contra a Covid-19 poderia ter evitado a morte do amigo.

Ivete Sangalo

Ivete Sangalo apresentou uma live especial em comemoração ao Dia das Mães e prestou uma homenagem a Paulo Gustavo. Durante a transmissão, ela criticou como a pandemia e outras questões estruturais vêm sendo conduzida no Brasil. “A pátria mãe Brasil perde muitos filhos em descasos, em chacinas e sem vacinas”, desabafou.

Irmã de Paulo Gustavo

A irmã de Paulo Gustavo, Juliana Amaral, também não ficou de fora das polêmicas envolvendo o nome do ator. No dia 29 de maio, ela utilizou as redes sociais para criticar as condolências prestadas pelo presidente Jair Bolsonaro após a morte do comediante.

Juliana Amaral e Paulo Gustavo – Foto: Reprodução/Redes SociaisJuliana Amaral e Paulo Gustavo – Foto: Reprodução/Redes Sociais

Um dia após a morte de Paulo Gustavo, Jair Bolsonaro publicou nas redes sociais “votos de pesar pelo passamento do ator e diretor Paulo Gustavo“.

A resposta da irmã veio 24 dias depois. “Só agora tive forças de vir responder como o senhor merece, e o mínimo que eu posso lhe dizer é que, por coerência, nunca mais ponha na sua boca o nome do meu irmão”, afirmou Amaral.

+

TV