VÍDEO: Ex-BBB Felipe Prior fala sobre acusação de estupro

Participante da edição de 2020 comentou sobre os primeiros momentos após a sua saída da casa e notícias sobre a acusação do crime; Confira

O ex-BBB Felipe Prior comentou sobre as acusações de estupro de duas mulheres. As declarações aconteceram na última quinta-feira (15), ao canal do youtuber Lucas Maciel.

Prior veste camisa preta e sorri em frente de casaEx-BBB Felipe Prior fala sobre acusação de estupro – Foto: Instagram/Reprodução/ND

Ao contrário do caminho seguido por diversos participantes, Prior, que esteve presente na edição do Big Brother Brasil de 2020, afirmou que não ganhou dinheiro com publicidade após a sua saída da casa.

“Eu não fiz publi nem de marca de microfone. Eu cheguei na minha casa e tinha o helicóptero de um apresentador sobrevoando a minha casa e acusando de algo que não sou”, disse.

Atualmente, Prior conta com quase 6 milhões de seguidores na sua conta oficial no Instagram. No entanto, ele disse que se arrepende de toda a fama e explicou o motivo.

“Eu não queria isso, tem gente que sonha em ter seguidores, mas eu trocaria cinco, seis milhões de seguidores pela paz. Eu só quero provar minha inocência, eu preciso disso e a minha mãe também”, explicou.

Mesmo após o episódio, Prior confessa que o capítulo não é lembrado quando é abordado na rua por outras pessoas “Isso chateia. Esse negativo ninguém lembra. Eu saio na rua e em  qualquer lugar é um carinho, uma coisa positiva”, completou.

Relembre

Após a sua saída da casa, Felipe Prior foi acusado de estupro por duas mulheres. Além disso, uma terceira o acusa de tentativa de estupro. As informações foram divulgadas inicialmente pela revista Marie Claire.

O primeiro caso teria acontecido em 2014, durante os jogos universitários das faculdades de arquitetura e urbanismo de São Paulo (InterFAU). Felipe Prior teria oferecido carona a uma jovem e no meio do caminho teria parado o carro e concretizado o estupro no banco de trás do veículo.

Ainda segundo o relato dela, o ex-BBB estava alcoolizado. A mulher revela ainda que após o ato foi ao hospital por conta de sangramentos. Entretanto, ela não revelou aos médicos o motivo, mas recebeu um laudo de laceração em seu lábio vaginal.

O segundo caso teria acontecido na edição de 2018 da InterFAU. A mulher que fez a denúncia para a revista disse que o ato sexual começou com consentimento dela. Mas, como o ex-BBB teria ficado agressivo ela pediu, sem sucesso, para interromper a relação. O fato teria acontecido dentro de uma barraca.

Já a tentativa de estupro teria acontecido ainda em 2016, durante o InterFAU. Porém, também dentro de uma barraca, a mulher que estava sofrendo a violência conseguiu reagir, empurrando o ex-BBB e fugindo.

Veja o vídeo que Prior comenta sobre o assunto:

+

TV