Gastronomia vira principal atração turística durante o inverno em Jurerê Internacional

Balanço Geral Florianópolis

De segunda a sábado, às 11h50

Florianópolis atrai turistas o ano todo. A natureza e seus espetáculos são atrativos tanto para quem viaja a lazer, quanto para quem sai de casa para trabalhar. Uma das praias mais badaladas da cidade tem essa vantagem. Além de mar, areia, e belas paisagens, Jurerê Internacional reúne restaurantes e bares com opções para os amantes da boa gastronomia.

Pode não ter calor, mas a onda quebrando na costa acaba sendo um convite para a praia. Se o requinte e a badalação são atrativos durante o verão, no inverno, o local segue com o turismo em alta.

Drinks são opções

O chefe de bar, Victor Agame chegou em Florianópolis há apenas duas semanas. Premiado nacionalmente pelo trabalho com coquetéis, veio de São Paulo com o desafio de chefiar o setor de drinques, e se surpreendeu com o movimento na região, mesmo durante a estação mais fria do ano.

“Vim pra cá [Florianópolis] a passeio, há uns dois anos atrás, e coincidiu que foi no inverno. Fiquei impressionado com o movimento”, conta Victor. Sobre os drinks mais consumidos, ele afirma que apesar dos vinhos ainda saírem bastante, a coquetelaria segue em alta em todo o país.

Leia também:

Público diferente

O público desta época do ano no balneário conhecido pelas festas nos beach clubs, muda. O ambienta fica mais familiar, com foco na exploração das belezas naturais e nas ofertas dos restaurantes. A faixa de areia, tradicionalmente lotada, fica vazia durante a maior parte do dia. Quando os termômetros atingem níveis que desafiam os visitantes a ficarem perto do mar, o grande atrativo vira a gastronomia.

O chef de cozinha, Hugo Olaechea, assina o cardápio de um dos restaurantes do local. As opções são todas renovadas para esta época do ano. A culinária mediterrânea, conhecida pelo frescor e leveza dos pratos, acaba ganhando um toque estratégico.

Culinária diversificada para o inverno em Jurerê Internacional – RICTV Record/Reprodução

“A essência da casa são os frutos do mar. Nós trabalhamos com os produtos que a natureza nos oferece. Fazemos caldos de camarão, frutos do mar, moqueca, caldeiradas. O único que foge um pouco, é um prato muito conhecido no Brasil, que é a feijoada. É um prato muito típico que todos procuram no inverno. É uma ótimo pedida de frente para o mar”, afirma o chef.

A aposta nos pratos quentes tem feito o restaurante surpreender quem o procura. O pico de atendimento chega a 150 refeições por dia. O estabelecimento faz parte de um grupo com outras cinco casa em Jurerê Internacional. Pelo menos três, mantém a cozinha operando durante todo o inverno.

Mais conteúdo sobre

Mais vídeos