Prefeitura realiza estudo para maré alta não afetar o trânsito em Florianópolis

Balanço Geral Florianópolis

De segunda a sábado, às 11h50

Após quatro dias de alagamentos causados pela maré alta, em Florianópolis, a prefeitura estuda uma forma para estancar a água quando ela começar a subir. Os locais de principal preocupação são a Avenida da Saudade, em direção ao cemitério do Itacorubi, além da região do Rio Tavares, no Sul da Ilha.

De acordo com o secretário de Infraestrutura de Florianópolis, Valter Gallina, o problema é de difícil solução. “Nós moramos em uma ilha e o problema da maré alta é crônico”, afirmou.

Ainda segundo Gallina, no trecho da Avenida da Saudade uma possível solução seria levantar a pista. “Estamos falando de algo em torno de 1 metro e 30 aproximadamente para ela ficar na altura da ponte. Ela teria um custo de cerca de R$ 10 milhões, não é uma obra de fácil execução”, afirmou o secretário.

Leia também:

De acordo com a prefeitura, Florianópolis está estudando algo parecido com o que existe em algumas cidades do Brasil, fazendo comportas com bombeamento, retirando a água. Até o final do ano deve ser dada uma posição.

Processo mais complexo

Na região do Rio Tavares o processo tende a ser mais difícil. Segundo Gallina, além de levantar a pista, teria que ser discutida uma macrodrenagem (retirada do excesso de água do solo acumuladas em áreas grandes). Outro problema seria o tamanho das comportas que de acordo com o secretário teriam de ser mais extensas, sendo difícil a execução.

“Essa [SC-405] é uma rodovia estadual, mas não deixa de ser dentro de Florianópolis. Por isso a Secretaria Municipal de Infraestrutura tem que discutir isso”, pontua o secretário.

A prefeitura deve conversar com a Secretaria de Estado de Infraestrutura em conjunto buscar um encaminhamento para o grave problema que atinge a Capital.

Obras para soluções

“Nós temos duas saídas nesses dois locais. No Rio Tavares temos ao acesso ao Sul da Ilha que está sendo executado nesta segunda-feira (8) pelo aeroporto. Ou seja, quando der o problema da maré, as pessoas poderão usar este novo acesso”, declara Gallina.

Segundo o secretário, na Avenida da Saudade, toda a Avenida Madre Benvenuta será revitalizada. “É uma obra que queremos lançar licitação no mês de agosto, sendo uma segunda via para entrar por ali quando tiver maré alta”, finaliza Gallina.

Mais conteúdo sobre

Mais vídeos