Tecnologia e Segurança: Prisões são feitas através de câmeras de monitoramento em Florianópolis

Balanço Geral Florianópolis

De segunda a sábado, às 11h50

O programa de reconhecimento facial da PM (Polícia Militar) começou a ser testado no Estado. As câmeras já estão espalhadas pelas cidades e tem a capacidade de captar a imagem e fazer a comparação com um banco de dados da Secretaria de Segurança Pública.

O tenente coronel Eduardo Rocha, chefe de Tecnologia da Informação e Comunicação da PM explica que os testes do programa dão a oportunidade da polícia verificar se o projeto será útil para o trabalho. Segundo o coronel, três pessoas já foram presas através do reconhecimento facial.

De modo geral, é como se a polícia tivesse olhos por toda a cidade, e nada mais passa despercebido pelas câmeras. Além do reconhecimento de suspeitos, o programa serve para o reconhecimento de pessoas desaparecidas também, facilitando as buscas.

Mais vídeos