Sem cobrança, vagas de estacionamento rotativo de Florianópolis estão mais disputadas

Balanço Geral Florianópolis

De segunda a sábado, às 11h50

Com a desvinculação da empresa responsável pelo estacionamento rotativo de Florianópolis, na última quarta-feira (11), após a Prefeitura conseguir na justiça o direito de rescindir o contrato, a cobrança foi suspendida até uma nova empresa assumir o serviço.

Por conta da falta de controle, a rotatividade não está sendo respeitada, motoristas estacionam os carros e acabam deixando o dia inteiro nas vagas, atrapalhando quem também precisa estacionar. A Guarda Municipal está monitorando os locais e multando quem não está respeitando as regras.

O município rompeu com a Dom Parking, responsável pelo sistema de Zona Azul de Florianópolis, porque a empresa não estava repassando o valor acordado no contrato desde 2013. A dívida com a Prefeitura já passa de R$ 21 milhões.

A Câmara de Vereadores abriu uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigar o contrato da Zona Azul, e na última quinta-feira (19) ouviu funcionários da Dom Parking, que pediram a intermediação dos vereadores para a manutenção dos 165 empregos.

A empresa entrou com um recurso no Tribunal de Justiça contra a ruptura do contrato, e ainda não demitiu nenhum funcionário. A Secretaria de Mobilidade Urbana irá lançar o edital para a empresa que irá assumir o serviço na semana que vem.

Mais vídeos