A dor e a saudade dos parentes e sobreviventes da maior tragédia de SC que completa 5 anos

Balanço Geral Joinville

De segunda a sábado, às 11h50

Há exatos cinco anos, o Brasil e Santa Catarina presenciavam uma das maiores tragédias rodoviárias já vistas. Foram 51 mortos e apenas oito sobreviventes.
Meia década depois, as sequelas daquele 14 de março, ainda são visíveis.
Famílias que convivem com a dor e a saudade.
Na última reportagem especial, a difícil missão de seguir em frente, além das conclusões da investigação e porque até hoje, ninguém foi indenizado ou punido.
A prefeitura de União da Vitória, no Paraná, disse em nota que apenas documentos das vítimas chegaram até a administração e que estes foram entregues aos responsáveis. O restante dos pertences, como objetos, malas e roupas, não é de sua responsabilidade e não sabe informar para onde eles foram levados.
A Polícia Rodoviária Federal não comentou a situação dos postos e a fiscalização no trecho. Disse apenas que a estrutura continua a mesma, como era na época do acidente. No posto de rio negrinho, onde não foram encontrados agentes, trabalham dois policiais.

Mais vídeos