‘Já é Mané’: Onde estão os engraxates de Florianópolis?

RICTV Record SC

RICTV Record SC

Ao caminhar pelos entornos da praça XV de Novembro, no Centro de Florianópolis, é comum notar engraxates em plena atividade de trabalho, mas é notável também, que o número de profissionais do ramo vem diminuindo com o avançar dos anos.

A profissão nasceu em 1806, quando um operário, em sinal de respeito, poliu a bota de um general francês, que compensou o trabalho com uma moeda de ouro. Em 1877 imigrantes italianos chegaram a São Paulo, e começaram a divulgar o ofício de engraxate.

No Centro de Florianópolis, as bancas de engraxates se tornaram uma tradição, mas aos poucos, os trabalhadores e clientes estão sumindo. Das seis bancas que ficavam na Praça XV de Novembro, só restam quatro para manter viva a tradição.

Atualmente, o movimento é considerado fraco pelos engraxates, a falta de tempo é um dos grandes motivos da perda de clientes, falta tempo para parar uns minutos e engraxar os sapatos, ler o jornal e até jogar conversa fora.

Os profissionais afirmam que durante o verão o movimento fica ainda mais escasso, as profissões onde mais se utilizam sapatos sociais, como nos órgãos públicos, entram em recesso, e por isso, os clientes frequentes ficam algum tempo sem aparecer.

O engraxate Rafael da Silva é conhecido em toda a cidade, principalmente oferecer um tratamento diferenciado aos clientes. Sempre bem vestido, Rafael afirma sempre estar se atualizando e acompanhando as inovações do mercado, para não ficar para trás.

Mais conteúdo sobre

Mais vídeos