Casal de haitianos promove vaquinha comunitária na web para trazer filhas para SC

SC no ar

De segunda a sexta, às 7h

O terremoto que atingiu o Haiti em 2010 foi catastrófico, até hoje o país ainda não conseguiu se recuperar totalmente. O medo, a insegurança e a falta de boas condições de vida assolam os haitianos, por isso, muitos buscam refúgio em outros países.

O Brasil é um dos principais países na rota das imigrações, recebendo uma grande onda migratória nos últimos anos. Santa Catarina foi um dos Estados que mais recebeu refugiados. E entre eles, um casal de haitianos que precisou deixar as filhas no Haiti, e se estabeleceu no Estado.

Atualmente, moradores do bairro Ressacada, em Itajaí, o casal que trabalha como auxiliar de serviços gerais, sonha em poder trazer as filhas para morar com eles. Já estabelecidos na cidade, buscam realizar esse desejo, mas ainda não tem condições de custear a viagem, que não é nada barata.

As filhas, de 10 e 15 anos, atualmente moram com a avó no Haiti, e se comunicam com os pais através da internet, mas não é o suficiente para matar a saudade. Longe de casa a quatro anos, o casal anseia por esse reencontro cada vez mais.

Por isso, lançaram uma campanha de arrecadação online na esperança de que as pessoas possam ajudar a família a estar reunida novamente. E é através de doações de voluntários que esse sonho pode se tornar possível.

Mais conteúdo sobre

Mais vídeos