Cidasc recomenda que o gado seja vacinado contra a raiva em Camboriú

SC no ar

De segunda a sexta, às 7h

A Cidasc (Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina) recomendou aos pecuaristas de Camboriú que vacinem o gado contra a raiva bovina, devido aos seguidos casos que aconteceram na cidade.

As cidades de Biguaçu e Tijucas registraram casos de raiva bovina nos últimos meses, e por causa do histórico que o município de Camboriú tem com a doença, foi recomendada a vacinação.

A raiva bovina é transmitida para o gado através da mordida do morcego, a doença pode levar o animal ao óbito, ser transmitida para humanos e também levar a morte. A vacina é encontrada nas agropecuárias, tem um custo baixo e pode ser aplicada pelo próprio pecuarista.

A recomendação de especialistas é que os animais que nunca foram vacinados devem tomar duas doses, sendo a segunda 30 dias depois da primeira. O gado que já recebeu a vacina no ano passado é necessário aplicar apenas uma dose.

A Cidasc orienta que os moradores de Camboriú que souberem de cavernas onde possam existir morcegos hospedados, avisem a companhia, para que os técnicos possam ir até lá e recolher esses animais.

Essa ação de vacinação na cidade de Camboriú é preventiva, para evitar mais casos de raiva bovina e a morte desses animais, já que a raiva é uma doença fatal.

Mais vídeos