Justiça nega habeas corpus a suspeito de receptar R$ 1 milhão em mercadorias roubadas, em Joinville

SC no ar

De segunda a sexta, às 7h

O Tribunal de Justiça de Joinville negou o Habeas Corpus a um comerciante, de 60 anos de idade, que foi preso em uma sala comercial de Joinville no dia 30 de julho por roubo de mercadorias.

No momento da abordagem, o comerciante afirmou que havia comprado a mercadoria, porém não tinha nota fiscal para apresentar aos policiais. Além disso, o homem tentou apresentar um documento de identidade falso e subornar os agentes.

No endereço em que o suspeito foi preso, os policiais encontraram uma carga avaliada em cerca de R$ 1 milhão com diversos pares de tênis e tecidos.

Nesta semana, a 4° Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Santa Catatina negou o pedido de habeas corpus do comerciante, justificando que também foram encontrados no endereço diversos documentos e cheques que comprovam que a mercadoria foi roubada no Estado de São Paulo.

O homem responderá por quatro crimes, associação criminosa, receptação, falsa identidade e corrupçãoa ativa.

Mais vídeos