OAB estuda exclusão de advogado preso por feminicídio em Balneário Camboriú

SC no ar

De segunda a sexta, às 7h

O advogado, Paulo Carvalho de Souza, de 42 anos, suspeito de matar a namorada, e também advogada, Lucimara Stasiak, de 29 anos, em abril deste ano, foi preso por ocultação de cadáver após uma denúncia dos vizinhos, que notaram uma movimentação estranha no apartamento.

Na noite do dia 03 de abril a polícia foi até o local, mas o advogado não se entregou, e ameçou se jogar da sacada do próprio apartamento. Após negociações, o suspeito cofessou que matou a namorada e foi preso preventivamente.

A OAB (Ordens dos Advogados do Brasil) estuda a exclusão de Paulo da Ordem, o parecer foi apresentado em primeira instância, mas o processo ainda depende da decisão favorável de dois terços dos 39 membros do conselho competente.

O Tribunal de Ética da 5° turma da OAB com sede em Itajaí prevê a avaliação do processo disciplinar do advogado no dia 20 de setembro, a decisão ainda cabe recursos para o Conselho Estadual e Federal.

Mais conteúdo sobre

Mais vídeos