Servidor é preso por vender munições e medicamentos ilegalmente no Oeste de SC

SC no ar

De segunda a sexta, às 7h

Um servidor público foi preso na cidade de Chapecó, no Oeste de Santa Catarina, por vender ilegalmente munições e medicamentos.

Os medicamento foram identificados como abortivos, sem nenhum registro na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

A equipe da DIC (Divisão de Investigação Criminal) da Polícia Civil estava já fazendo o acompanhamento deste servidor há algum tempo, e então passou as informações a PRF (Polícia Rodoviária Federal) que realizou a abordagem do carro em que ele estava.

O veículo foi identificado como Ford Ka Sedan. Os policiais fizeram buscas no automóvel e em compartimentos ocultos na parte traseira encontraram os comprimidos e as munições.

O homem foi preso em flagrante e pode responder por posse, transporte e comércio irregular de medicamentos sem procedência e registro na Anvisa, e porte ilegal de munição.

Mais vídeos