Defesa de Leonardo afirma que não houve feminicídio no caso Gabriella

Tribuna do Povo

De segunda a sexta-feira, às 13h20

Nesta segunda-feira (4) a defesa de Leonardo Natan Chaves, acusado de matar a companheira Gabriella Custódio Silva, disse que não vai recorrer da decisão do réu ir à júri popular. Além disso a defesa discorda da acusação do crime de feminicídio.

Mais vídeos